sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

As Bizarras Dietas Bíblicas

Quer perder peso? Pergunte à Bíblia como.

Seja como hábito, forma de purificação ou castigo, a Bíblia conta histórias de gente que comeu coisas bem estranhas. Afinal, “nem só de pão viverá o homem...” já dizia Jesus ao diabo.




A Dieta de Daniel, o natureba.
“Experimenta, peço-te, os teus servos dez dias, e que se nos dêem legumes a comer, e água a beber.” (Daniel 1:12)

Ao ir para o cativeiro babilônico, Daniel e alguns amigos foram mandados para o palácio do rei, onde seriam treinados para trabalhar ali. Parte do treinamento era acostumar-se com os alimentos da Babilônia. Não querendo se contaminar, Daniel e seus colegas pediram então para serem alimentados apenas com legumes e água, praticamente um sopão.

“E, ao fim dos dez dias, apareceram os seus semblantes melhores, e eles estavam mais gordos de carne do que todos os jovens que comiam das iguarias do rei.” (Daniel 1:15)

Lição: Diga não ao Mc Donald’s e parta para a Dieta de Daniel!




A Dieta de Lamentações de Jeremias

“As mãos das mulheres compassivas cozeram seus próprios filhos; serviram-lhes de alimento na destruição da filha do meu povo.” (Lamentações 4:10)

Lamentações, um livro super “pra cima”, nos mostra uma dieta que dificilmente entraria em moda atualmente. Por causa da guerra e da ira do Senhor, os israelitas não tinham muito o que comer. O canibalismo virou uma opção.

Lição: Se você é criança, seu povo está em guerra e a comida começa a faltar: corra.




A Dieta da Morte na Panela
“Assim deram de comer para os homens. E sucedeu que, comendo eles daquele caldo, clamaram e disseram: Homem de Deus, há morte na panela. Não puderam comer.”
(2 Reis 4:40)

Eliseu tinha acabado de ressuscitar um menino e voltava à cidade de Gilgal, onde havia grande fome. Pediu então para os filhos dos profetas fazerem um ensopado em um caldeirão. Colheram umas ervas e fizeram o caldo. Quando todos foram comer, clamaram e disseram: “Homem de Deus, há morte na panela!”

Eliseu, que além de ressuscitar pessoas, era um gourmet de mão cheia, deu a solução:

“Porém ele disse: Trazei farinha. E deitou-a na panela, e disse: Dai de comer ao povo. E já não havia mal nenhum na panela.” (2 Reis 4:41)

Lição: Tudo fica melhor com farinha.



A Dieta do Papel

“Então abri a minha boca, e me deu a comer o rolo.” (Ezequiel 3:2)

“O livro era tão bom que eu o devorei em um minuto! Literalmente.” Assim poderiam ter escrito Ezequiel e João. A dieta do papel é tão popular na Bíblia que cada Testamento cita um exemplo. E, pelo que parece, os grandes incentivadores a biblofagia são os anjos. Tanto Ezequiel, no Velho Testamento, quanto João, no Novo, encontraram-se com anjos que acharam uma boa idéia os dois comerem papel.
Ezequiel comeu um rolo cheio de lamentações, mas não lamentou.

“E disse-me: Filho do homem, dá de comer ao teu ventre, e enche as tuas entranhas deste rolo que eu te dou. Então o comi, e era na minha boca doce como o mel.” (Ezequiel 3:3)

Já João até que teve uma refeição boa, mas acabou com uma bela asia.
“E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo.” (Apocalipse 10:10)
Lição: Tenha sempre um Sonrisal no bolso quando for comer um livro.


Dieta de João Batista
“E este João (...) alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre.” (Mateus 3:4)

O segundo natureba da nossa lista é João Batista, o precursor do Salvador Jesus. O cara era bem natureba, tinha todo um estilo de vida, era praticamente um hippie.

“E este João tinha as suas vestes de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos...” (Mateus 3:4)

Entre um gafanhoto e outro, gostava de batizar pessoas no rio Jordão e xingar os fariseus de “raça de víboras.”

Lição: João Batista faria a festa durante a praga dos gafanhotos no Egito na época de Moisés.




A Dieta da Ira do Senhor
“E o que comeres será como bolos de cevada, e cozê-los-ás sobre o esterco que sai do homem, diante dos olhos deles.” (Ezequiel 4:12)

Caso o seu povo venha a atiçar a ira do Senhor e você é o profeta de Deus, prepare-se para uma dieta ma-ca-bra. Ezequiel, o mesmo que comeu o rolo, dessa vez tenha uma dieta intragável. Ele foi o profeta que devia ter comido bolos de cevada sobre cocô humano. Ele negociou um pouco com o Senhor e conseguiu que sua iguaria fosse preparada com cocô de vaca.

“E disse-me: Vê, dei-te esterco de vacas, em lugar de esterco de homem; e sobre ele prepararás o teu pão.” (Ezequiel 4:15)

Lição: Nunca diga que sua comida está uma merda.
Caso você siga outra dieta bíblica, comente.





6 comentários:

Anônimo disse...

hilário, fantástico, não consigo parar de rir ...

william disse...

ótimo cara, queria eu ter tido essa idéia hehehe
vou te linkar no meu blog e espero sua participação lá também (acho que o meu é mais sério hehe)

abraços e continue trazendo alegria a nós .. afinal .. Deus tem senso de humor

nego disse...

MUITO BOM CARA VC É MUITO DIVERTIDO AFINAL A BIBLIA NAUM É UM LIVRO CIENTIFICO E SIM DE CRENÇAS ESCREVA SOBRE OUTRAS BIZARRICES BIBLICAS COMO SEUS INCESTOS

Salete Lemos disse...

Cheguei aki através do UÊBA.
Cara amei!
Vc é muito criativo, pegou na veia.
É isso aí.
Vou te linkar no meu pobre blog.
Abraços.

Salete Lemos disse...

Eskecí. O meu blog é este:
http://vagandopelaweb.blogspot.com/

Anônimo disse...

Não sei o que tem de fantástico nisto, grande porcaria =/